Dica de Marketing: saiba quais são as palavras mágicas para vender mais

Dica de Marketing: saiba quais são as palavras mágicas para vender mais

Se acaso você trabalha com estratégias de marketing e vendas, já deve ter notado que alguns termos são capazes de lhe fazer vender mais. É sobre isso que vamos falar neste artigo. Termos poderosos que contribuem para desenvolver um bom argumento de vendas.

Eles atuam como palavras-chave ou, até mesmo, palavras mágicas empregadas de modo que atraia a atenção dos seus clientes e para conquistá-los e persuadi-los.

Assim, caso você deseje otimizar o seu processo de vendas, gerando mais valor à sua retórica e produzindo campanhas mais eficientes é fundamental dominar essas palavras vendedoras para saber como, quando e onde utilizá-las.

Não só oferecer um bom produto ou serviço, como também dispor de uma presença digital impactante é de suma importância. Por exemplo, realizar otimizações para buscadores (SEO). Também, acompanhar os assuntos que são tendência nas redes sociais e utilizá-los para aproximar-se da sua persona. Essas ações exigem certo empenho e atenção. Afinal, não basta simplesmente repetir palavras aleatórias e achar que isso gerará uma revolução nas suas vendas.

Com o advento da internet, a maneira de usar a retórica para convencer e influenciar pessoas tomou outras proporções. Hoje, há uma série de métricas e canais que lhe permitem acompanhar os resultados de suas campanhas, ações e suas próprias “palavras mágicas para vender mais”.

Em contrapartida, aqui mencionamos 5 termos valiosos que costumam ser super vendedores para os mais diferentes segmentos. Siga lendo e confira se eles se enquadram para o marketing do seu negócio!

5 Palavras-chave para vender mais

1.Exclusivo

Primeiramente, quem é que não deseja ser único? Ser único, ser melhor, ter uma vantagem ou oportunidade que ninguém mais tem instiga as pessoas a tomarem alguma atitude.

Nesta imagem vemos um banner de Promoção da marca Hering, onde é utilizado o termo “exclusivo”.

A neurolinguística evidencia que o consumidor tem respostas altamente positivas quando exposto a publicidade, seja em anúncios ou por meio de conteúdos (como artigos de blog, por exemplo) onde termos como Exclusivo, Único e VIP sejam veiculados.

2.Valor

Enquanto uns importam-se com preço, outros estarão mais atentos à noção de valor. Essa distinção é bastante relevante. Observe que, preço diz respeito ao que será pago por determinado bem ou serviço. No entanto, valor refere-se às questões de prática, benefícios e todos os ganhos que a pessoa terá ao fechar essa compra.

Nossa dica, nesse caso, é não apenas informar objetivamente o quanto deverá ser investido nessa aquisição. Priorize o valor, agregue elementos ao seu discurso de venda. Por exemplo, quando um empreendedor adquire um software de gestão empresarial ele não está apenas pagando por um serviço. Está ganhando mais agilidade, mais satisfação de seus clientes, mais tempo livre para aproveitar com a família, menos preocupações com a rotina da empresa. Todas essas vantagens devem ser exploradas nas campanhas de marketing da sua empresa, independente do seu ramo e atuação.

3. Call-to-action: Imagine, Faça, Veja, Tenha

Certamente você que trabalha com vendas já deve ter ouvido falar no termo Call-to-action (CTA). Proveniente do inglês, esse termo refere-se às palavras que chamam para uma ação. Por exemplo, citamos Imagine, Faça, Veja, Tenha e Compre. Grandes marcas com renome e vastos estudos de mercado já utilizam esse tipo de abordagem. Abordagem esta que é cada dia mais difundida.

Nesta imagem podemos observar o usa das CTAs “Experimente” e “Peça”.

Nessa perspectiva, indicar uma ação para sua persona tende a ser decisivo. Estas palavras podem ser utilizadas seguindo duas abordagens distintas: sugerindo uma ação concreta e imediata. Ou então, uma ação sensorial e afetiva, focada na experiência: sinta, imagine, toque.

Nossa dica é que você use esse gatilhos mentais de ação juntos ou separadamente em todas as suas ações, sejam de venda ou divulgação.

4. Nome do Cliente

Conforme uma série de estudos, a pessoalidade no atendimento é fundamental. Sobretudo no que diz respeito à venda. Se de alguma forma você tiver acesso aos dados do seu lead, como o nome por exemplo, não tenha medo de mencioná-lo.

Nesta imagem pode-se observar um e-mail marketing que utiliza como gatilho o nome da cliente.

Parece uma grande bobagem dizer isso, mas ainda hoje há empresas digitais que não se dão ao trabalho de capturar o nome de seus leads. Ou pior, empresas que têm esses dados e não aproveitam essa “carta na manga” para nutrir uma relação mais próxima com esse cliente.

Nesse sentido, nossa dica é que se você tem essa informação utilize-a. Crie ofertas personalizadas através de banners, pop ups e campanhas de e-mail marketing. Em curto prazo já será possível perceber uma mudança nos seus resultados.

5. Oportunidade

Por fim, temos a palavra oportunidade. Todos queremos nos beneficiar, ter vantagens na aquisição de um bem ou serviço. Não é mesmo? Dessa forma, o uso da palavra oportunidade dá a impressão de que o cliente está sendo beneficiado ao comprar de você. E melhor ainda, prestará mais atenção na sua campanha. Afinal quem é que quer deixar escapar uma boa oportunidade?

E então, você acha que o uso dessas palavras pode lhe ajudar a vender mais? Você já utiliza esses termos nos seus conteúdos? Conte para gente! E se quiser saber mais sobre como o marketing digital pode contribuir para o seu negócio, recomendamos a leitura do artigo: 5 Estratégias de Marketing para venda de software.

Artigos Relacionados