Quer potencializar os seus lucros?

Seja parceiro Venda ERP

Por que conhecer a diferença entre faturamento e lucro da empresa?

Por que conhecer a diferença entre faturamento e lucro da empresa?

Um bom planejamento é o maior segredo para o sucesso de um negócio, fazer e estabelecer objetivos de curto, médio e longo prazos. Assim, surpresas com imprevistos não terão vez, podendo estipular metas, investimentos e saber o que esperar financeiramente da sua empresa. 

Mas atenção, essa não é uma tarefa fácil. Para fazer um planejamento realmente eficaz, é preciso mergulhar no funcionamento do negócio. Para isso, é necessário entender a diferença entre faturamento e lucro.

Descubra o faturamento e o lucro da sua empresa no passado, você pode utilizar esses dados históricos para saber o que esperar de um determinado período, e assim prever quando será possível realizar investimentos, como contratar novos funcionários ou programar uma expansão do negócio, por exemplo.

Fundamentalmente, chamamos de faturamento todo o montante financeiro gerado pela empresa. Dessa forma, qualquer valor em receita que entra no negócio é somado ao faturamento total do negócio. 

Em contrapartida, lucro é o valor restante do faturamento após a subtração de todos os custos (fixos e variáveis) da empresa. 

O ideal é que esses dois lados andem juntos, mais vendas e mais lucro. Ou seja, administrados corretamente, faturamento x lucro deixam de ser oponentes para se tornarem complementares.

Lucro bruto e líquido, veja a definição e como distinguir 

Não foi difícil entender o que separa o lucro do faturamento correto? Mas agora, veja e compreenda um pouco mais sobre os diferentes tipos de lucro que você encontrará, pois o que você faz com o dinheiro na conta da empresa é o que mantém seu negócio ativo.

Sendo preciso o lucro bruto é obtido pela subtração do faturamento, menos as despesas não fixas, ou seja, gastos que não são recorrentes.

Assim, a cada mês o lucro bruto pode variar. Imagine que em um mês você vende o dobro da sua média normal. Então, as despesas de frete vão ser maiores, gerando uma despesa variável maior.

Já no lucro líquido  entra na subtração as despesas variáveis, as despesas fixas e os impostos. Então, aluguel, internet e conta de luz, são despesas fixas, além dos impostos que também incidem mês a mês, de acordo com seu regime tributário.

Acompanhe pelo menos mês a mês o balanço financeiro para detectar se as variações de despesas podem diminuir, se estão entrando gastos supérfluos e onde será necessário realizar um novo planejamento financeiro.

Aponte para o crescimento, como aumentar o lucro e o faturamento de sua empresa?

Manter um controle financeiro é de extrema necessidade para que se possa obter dados exatos, Afinal, como saber se você precisa melhorar sem os números para analisar?

Para orientar melhor seu investimento, melhore  a logística de entrega para uma modalidade mais rápida.

Outro forma de aumentar o faturamento é realizando pesquisas com seus clientes, assim você vai entender quando será o momento de atuação de sua empresa na vida do consumidor. 

Atualize-se, mantenha sempre suas redes sociais recheadas de conteúdos, ofertas e novidades para seus clientes. E não esqueça de sempre interagir com seu público! 

A diferença entre lucro e faturamento não é apenas um conceito financeiro. Gerenciar esses valores, é o que faz a diferença para a longevidade da sua empresa e evita que você encerre precocemente seu trabalho.

Pesquise o mercado e os concorrentes

Para entender como está o seu segmento e se as suas soluções são atrativas para os consumidores, é indispensável acompanhar o mercado. Ao entender sobre a realidade do mercado, você terá maior embasamento para tomar decisões importantes em relação ao faturamento e ao lucro.

Além disso, não deixe de monitorar os seus concorrentes diretos e indiretos, pois assim será possível entender melhor como está o seu negócio, principalmente quanto aos diferenciais em relação a outras lojas, o que vai ajudar a melhorá-lo e a torná-lo mais atrativo para os clientes.

Defina objetivos e metas

As metas guiam as suas estratégias. Com uma meta, você pode pensar em formas criativas de alcançá-las. Por isso, a partir da análise dos seus resultados atuais de lucro e faturamento, avalie o que pode melhorar e crie metas realistas para o próximo período.

Assim, é possível criar um processo consistente de crescimento para o seu negócio e melhorar os seus resultados, mesmo que aos poucos. Portanto, estabelecer metas para a equipe e fornecer o devido apoio é importante para melhorar os atendimentos e elevar o faturamento.

Corte gastos

Se o cálculo do lucro considera os custos do negócio, para aumentar o seu lucro, vale a pena rever os seus gastos e procurar cortar o que está a mais. Para isso, o planejamento financeiro é fundamental. Com ele, você consegue ter uma visão mais clara sobre todos os custos e, então, decidir o que pode ser cortado.

Ao mesmo tempo, não adianta cortar custos essenciais e que trarão mais prejuízo do que lucro. Então, avalie bem esse aspecto e converse com o time para identificar se algum sistema não está sendo utilizado e reduzir despesas sem comprometer a qualidade e a experiência do cliente.

Faça um planejamento

Como vimos, o lucro e o faturamento são elementos que precisam aparecer no seu planejamento financeiro. Você deve registrar os resultados a cada mês para fazer comparativos entre os períodos e ter mais clareza sobre como anda o seu negócio.

Com isso, você tem mais ferramentas para fazer um planejamento certeiro para a sua empresa. Na hora de se planejar, é importante definir as métricas que serão consideradas nas suas avaliações e olhar para o seu histórico financeiro.

Olhe para os erros do passado e para aquilo que deu certo e trouxe lucros em outros meses. A ideia é replicar o que funcionou e evitar repetir o que trouxe prejuízos, além de buscar inovações para melhorar os seus processos de forma contínua, gerando resultados ainda melhores.

Como você viu, a diferença entre lucro e faturamento não é difícil de entender, mas sua compreensão é essencial para uma boa gestão do negócio e para o crescimento da empresa. Se o empreendedor não entende essa distinção, ele terá dificuldade em saber até mesmo se seu negócio está pagando corretamente os tributos e pagar mais impostos do que deveria.

José Moura

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.