Quer potencializar os seus lucros?

Seja parceiro Venda ERP

O que é low-code e qual sua importância para as empresas do meio digital.

O que é low-code e qual sua importância para as empresas do meio digital.

Modernizar os produtos da empresa e oferecer soluções tecnológicas cada vez mais relevantes para os clientes deve ser um dos desafios diários de qualquer negócio que atue nos meios digitais. Fazer isso economizando tempo e dinheiro, sem abrir mão da qualidade, é ainda mais importante para esses negócios, visto que atuam em um espaço de constante transformação: a web.

Um dos meios cada vez mais utilizados para desenvolver e apresentar essas soluções são as plataformas low-code, que facilitam a vida do desenvolvedor e, consequentemente, da empresa.

O que significa low-code.

Plataformas low-code são interfaces que permitem a criação e personalização de sites, aplicativos ou sistemas exigindo muito pouco conhecimento de linguagens de programação. Isso é possível porque essas plataformas já contam com funcionalidades que automatizam diversos processos, facilitando para o desenvolvedor criar, modificar e customizar uma aplicação de forma bem mais dinâmica, conforme seu gosto ou necessidade.

Um dos exemplos mais conhecidos de interface low-code é a plataforma wordpress, que permite ao usuário criar páginas na internet com praticamente nenhuma experiência em webdesign, ao mesmo tempo que, para aqueles com um nível mais avançado, possibilita a criação de páginas profissionais completas.

Diferença entre low-code e no-code.

A principal diferença entre no-code e low-code já fica bem evidente na própria denominação. O primeiro vai otimizar processos e utilizar uma interface totalmente visual e intuitiva, a ponto de não exigir do usuário nenhum conhecimento de programação. Já o segundo exigirá pelo menos um uso mínimo de códigos, ao mesmo tempo que possibilitará desenvolver mais funcionalidades no projeto, mas ainda mantendo a interface bem facilitada, inclusive com a possibilidade de incluir elementos apenas os arrastando e posicionando na tela.

Vantagens e desvantagens.

Toda essa simplificação e automatização de processos faz com que a programação low-code se torne cada vez mais vantajosa em diversos aspectos, como na velocidade e acessibilidade. Essa economia de tempo e recursos humanos significa, evidentemente, economia também nos gastos da empresa.
Claro que tantas vantagens podem trazer consigo algumas desvantagens, que no caso são as limitações criativas e do desenvolvimento de funções, decorrentes de se trabalhar com ferramentas pré-moldadas, além do fato de que o projeto desenvolvido pode não ter integração com alguns outros softwares.

Porém, essas desvantagens não ocorrem quando se trata do VendaERP, pois esse sistema, além de já ser completo em funcionalidades, permite a integração com outras soluções desenvolvidas em low-code, potencializando ainda mais as vendas da empresa.

São diversas as plataformas low-code disponíveis para uso. O que deve ser observado antes de escolher a ideal para o desenvolvimento de algum projeto é justamente sobre de que se trata o mesmo. As plataformas muitas vezes disponibilizarão funcionalidades distintas de acordo com a área para qual foram desenvolvidas, cabendo ao desenvolvedor saber qual a mais adequada de acordo com seu propósito.

Tiago Rosa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *