Escritório de contabilidade: qual sua importância para as PMEs?

Escritório de contabilidade: qual sua importância para as PMEs?

Inegavelmente, muitas são as funções desempenhadas pelos empreendedores no começo de uma nova empreitada. Geralmente, é o próprio empreendedor quem cuida das negociações com os fornecedores, do marketing e da saúde financeira da empresa.

Logo, dar conta de todas essas frentes é uma tarefa árdua e requer o auxílio de profissionais especializados, principalmente em áreas mais específicas, para obter suporte e orientação necessários.

Nesse sentido, a contabilidade é uma área que demanda um amplo conhecimento. Por essa razão, contar com um escritório de contabilidade no gerenciamento de uma empresa tem se tornado cada vez mais necessário.

Pensando nisso, para esclarecer as suas possíveis dúvidas sobre a importância de contar com um escritório de contabilidade, é que desenvolvemos este artigo. Aqui, esclarecemos alguns mitos e verdades sobre as funções exercidas por um contador.

Fique atento e confira nossas dicas!

Qual o papel do contador nas pequenas empresas?

Uma atividade contábil bem executada é imprescindível para manter a empresa funcionando. O contador não deve ser apenas um simples apurador de impostos. Esse profissional é peça-chave para que o negócio funcione da melhor forma possível, já que é capaz de ver as finanças da empresa de uma forma estratégica, levando em conta questões contábeis e tributárias.

Desse modo, o empresário não deve limitar o trabalho deste profissional a apenas aspectos mais técnicos. O contador é responsável por manter em ordem a contabilidade da empresa, mas também pode exercer outras atividades, como recomendar uma maior margem de lucro, participar do processo de definição de precificação de produtos e serviços e interceder nos procedimentos de aquisição da companhia.

Um escritório de contabilidade é capaz de orientar os empresários em questões burocráticas e nas tomadas decisões estratégicas.

Minha empresa precisa mesmo contratar um escritório de contabilidade?

Visto que cuidar da contabilidade da empresa exige conhecimentos técnicos e bem específicos, um empreendedor pode correr um grande risco ao tentar se responsabilizar sozinho pelo balanço contábil do negócio.

Ao abrir a sua empresa, você sabia, por exemplo, qual seria a constituição societária e qual era o seu tipo jurídico?

Essas questões envolvem o auxílio de um contador, que pode ser um funcionário da empresa ou um escritório de contabilidade que presta o serviço.

Ter um negócio envolve particularidades muitas vezes desconhecidas. Por isso, ter a ajuda e orientação de um contador em todos os processos é necessário. Há algumas atividades que só ele pode fazer pela sua empresa.

Quais os tipos de Contabilidade existentes?

Há diferentes tipos de contabilidade. A seguir, apresentamos alguns deles:

Contabilidade Fiscal

A contabilidade fiscal trabalha na administração de tributos de uma empresa. Através dela, é possível saber em que modalidade de tributação a empresa está inserida (Simples Nacional, Lucro Real ou Lucro Presumido) e a quantidade de imposto que terá que pagar.

Contabilidade Societária

Esse tipo de contabilidade dá sustentação para demonstrações contábeis de prestação de contas.

Contabilidade Gerencial

A contabilidade gerencial é responsável pelo gerenciamento da informação contábil em prol da administração da empresa. São informações contábeis desenvolvidas para gestores da companhia.

Contabilidade Financeira

Já a contabilidade financeira encarrega-se de informações contábeis desenvolvidas para o público externo, como bancos credores e acionistas. Para tanto, todas as informações de transações econômicas e custos operacionais, entre outros, são registrados.

Constantes mudanças nas normas brasileiras de contabilidade

Outra vantagem em ter um contador de confiança, é que há modificações frequentes na legislação brasileira. O Governo pode decidir mudar a maneira como faz a cobrança de tributos e o recolhimento de impostos a qualquer tempo. Inclusive, um dado alarmante nessa lógica é que no Brasil existem, aproximadamente, 400 mil leis, decretos, medidas provisórias, portarias e instruções normativas.

O escritório de contabilidade deve estar por dentro dessas possíveis mudanças, pois não cumprir com obrigações tributárias implica em sanções legais.

Além disso, com um escritório de contabilidade, o empreendedor ganha tempo para cuidar da gestão do negócio e de outras funções e necessidades da empresa.

E então, gostou deste conteúdo? Quer saber mais sobre dicas contábeis? Recomendamos a leitura do artigo: Como a tecnologia pode transformar a sua empresa de contabilidade?

Artigos Relacionados