Como usar o LinkedIn para vender o seu Software

Como usar o LinkedIn para vender o seu Software

Em pleno ano de 2019, não é nenhuma novidade que o uso de redes sociais é fundamental para impulsionar o comércio de produtos e serviços. E quando se fala em serviços tecnológicos, desenvolvimento e venda de softwares, uma rede tem especial destaque. Estamos falando do LinkedIn.

Desenvolvido com enfoque para negócios e empregos, o LinkeIn é uma plataforma profissional com mais de 562 milhões de usuários em todo o mundo. Por isso, cada vez mais ganha espaço como ponto de vendas e visibilidade para empresas dos mais variados segmentos.

Mas e você, já está explorando o seu perfil do LinkedIn para contatar seus potenciais clientes?

Pensando em ajudar você a criar boas estratégias de vendas e alcançar grandes resultados com seu Software atrás dessa poderosa rede social, criamos este artigo. Nele, compartilhamos alguns passos fundamentais para o sucesso da sua empresa. Confira!

1. Invista em uma forte rede de conexões

Antes de mais nada, a gente nem precisa dizer que sua empresa precisa estar presente nas redes sociais. Qual a importância disso? Estudos comprovam que as mídias sociais ou o chamado social selling impactam diretamente na decisão de 77% dos consumidores brasileiros.

Dessa forma, criar uma rede de conexões sólida é imprescindível. Já que é através dessa rede de contatos que você irá promover o seu produto ou serviço. No caso da venda de softwares o cenário não é diferente. Assim, investir em um perfil completo, engajar seu público-alvo e estabelecer conexões de qualidade terá papel certeiro na divulgação e fortalecimento da sua marca e/ou produto.

2. Esteja atento ao potencial do seu público

Sem dúvida, a chance de ver de perto o que seu público-alvo consome, seus gostos, costumes e necessidades é a principalmente função das redes sociais para uma empresa. Por isso, nossa dica é que você aprenda como explorar todas as informações possíveis fornecidas por sua própria rede de contatos.

Assim, além de seguir seus potenciais clientes, seja por cargo, empresa ou interesses… acompanhe algumas métricas como interações com sua conta ou com a conta dos seus concorrentes. Essa análise será muito útil para definir sua estratégia de atuação. Além de ajudar a entender quando é o melhor momento para, de fato, colocar-se em contato com determinado prospect.

3. Trabalhe em reconhecimento de marca

Se você pagar a mensalidade da academia e nunca aparecer por lá, é claro que não terá o porte físico desejado. Não é mesmo?

Analogamente, pense nos resultados da sua empresa no LinkedIn. Parece muito simples criar um perfil postar algo uma ou duas vezes e depois deixar a conta estacionada. É justamente aí que muitas empresas erram. Não caia nessa cilada!

Mesmo que você não tenha capital para investir em marketing digital, é possível sim trabalhar em reconhecimento de marca. Uma alternativa bastante efetiva e viável é criar publicações frequentes. A regularidade de postagens ajuda os algoritmos a posicionar o seu negócio. Além disso, oferecer conteúdo que agregue valor a seus prospects será fundamental para que se convertam em leads.

E, claro, não esqueça de ampliar sua lista de seguidores com frequência. O próprio LinkedIn faz uma série de sugestões de públicos que têm afinidade com os dados que você informou no perfil da sua empresa, nas suas postagens ou no comportamento de outros usuários navegando na rede.

4. Estabeleça uma relação real e próxima com a sua persona

Apesar de acreditarmos nas facilidades que a automatização traz às empresas, dando agilidade a processos e tarefas do dia a dia. No quesito atendimento ao cliente, não resta dúvida de que um atendimento mais humanizado tem melhores resultados.

Estudos recentes, realizados a nível global, apontam que 73% dos entrevistados preferem um atendimento humano. Ainda que por padrão você tente se distanciar do seu público, para minimizar os esforços de suporte, é preciso ter muito cuidado para não robotizar o contato com a sua persona.

Independentemente do estágio do funil de vendas em que esteja esse contato, uma medida muito efetiva e que pode ser certeira no momento de gerar consideração e reconhecimento no LinkedIn por parte do seu público é um atendimento de qualidade.

Por isso, nossa dica é tempo e dedicação. A satisfação do seu cliente deve ser sua principal meta. Portanto, apesar de qualquer demanda que a sua empresa tenha, coloque a satisfação do seu cliente em primeiro lugar. Esteja atento para ouvir, para sanar dúvidas e exercer sua gentileza. Especialmente nas redes sociais, essa proximidade aumenta muito as chances de conversão.

Pra finalizar, juntando todas essas dicas, agora é o momento de arregaçar as mangas e dedicar-se ao perfil da sua empresa no LinkedIn.

Gostou deste conteúdo? Quer saber mais sobre como funciona e por quê investir na venda de Software? Recomendamos a leitura do artigo: Panorama da Venda de Software no Brasil.

Artigos Relacionados