Como funciona o Google: tudo o que você precisa saber sobre esse mecanismo de busca

Como funciona o Google: tudo o que você precisa saber sobre esse mecanismo de busca

Para que você possa definir estratégias eficientes de SEO para seu site aparecer bem posicionado no Google, é preciso entender como esse mecanismo de busca funciona. Neste artigo, vamos compartilhar alguns conhecimentos sobre como o Google funciona e o que você pode fazer para posicionar bem sua página.

Antes de começar, você pode conferir também nosso artigo “SEO: tudo o que você precisa saber antes de colocar sua estratégia em práticaclicando aqui.

Resultados das buscas

As buscas nesse mecanismo são divididas em dois grupos: resultados orgânicos (gratuitos) e resultados pagos. Os resultados pagos aparecem no topo da página, sinalizados por uma marcação verde, e como o nome sugere, as empresas precisam pagar para ocupar esses espaços através da ferramenta Google Adwords.

Abaixo dos resultados pagos aparecem os resultados orgânicos. A ordenação destes sites é definida pelos robôs do Google, conforme o nível de relevância do site e buscando proporcionar a melhor experiência do usuário.

Google Bot

Os robôs do Google funcionam como rastreadores, que buscam todas as páginas na internet e salvam seus conteúdos nos servidores do Google. Ou seja, todo o conteúdo fica organizado e segmentado, e quando o usuário faz uma busca, os resultados são apresentados de forma que ofereçam a melhor experiência aos usuários.

Como o Google enxerga (ou não) um site

A leitura do Google Bot é diferente da leitura de um usuário. Enquanto o usuário enxerga o conteúdo de forma visual, com imagens, por exemplo, os robôs do Google conseguem enxergar apenas texto e código, sem javascript e imagens.

O que queremos frisar é que no momento de montar a estrutura do seu site ou post, é trabalhar bem o conteúdo, incluindo o texto alternativo para cada uma das imagens utilizadas. Isso servirá para que os robôs entendem do se trata aquela figura, e não interprete apenas como um grande espaço em branco no seu site.

Principais fatores de rankeamento do Google

Atualmente existem muitos fatores que impactam nos resultados de uma busca. Vamos abordar abaixo os detalhes mais básicos, que os primeiros itens a analisar no momento de elaborar o seu site. Confira:

On Page

Os fatores de on page são aqueles trabalhados dentro do próprio site. Eles são fundamentais para que o Google Bot perceba que o seu conteúdo está relacionado aos termos buscados pelos usuários. Os principais fatores de On Page são:

Qualidade do conteúdo: o Google procura identificar a qualidades dos conteúdos para otimizar os resultados para o usuário. Desta forma, quanto melhor for o seu conteúdo, maiores as suas chances de aparecer nas primeiras posições das buscas.

Tamanho do conteúdo: o tamanho influencia muito no rankeamento da sua página, pois o Google busca sempre os conteúdos mais completos, para esclarecer todas as dúvidas dos leitores. Por isso, a média de tamanho dos conteúdos que figuram nas primeiras posições é de aproximadamente 2.500 palavras, embora isso não seja uma regra, pois tudo irá depender do seu publico alvo e como ele reage ao seu conteúdo.

Título interno: também conhecido como “title tag”, esse é o título interno que o leitor verá quando já tiver acessado o seu conteúdo, e deve fazer com que o leitor tenha ainda mais vontade de ler o restante da página. Lembre-se sempre que esse título é diferente do Título de SEO, pois eles possuem diferentes funções.

Gaste o tempo que for preciso para elaborar um bom título. Os principais fatores de atenção em um título de On Page são:

  • Despertar a curiosidade do leitor;
  • Apresentar os benefícios proporcionados pela leitura da página;
  • Fazer uma promessa e cumpri-la;
  • Apresentar a palavra-chave;
  • Sem limitação de caracteres.

SEO Title: este é o título que aparece nas buscas, com o objetivo de levar o usuário a acessar o seu conteúdo. O título SEO é um fator muito importante tanto para rankeamento da pagina quanto para garantir uma grande taxa de cliques. Para ter um bom titulo SEO, os principais fatores são:

  • Ter aproximadamente 55 caracteres;
  • A palavra-chave deve estar à esquerda;
  • O título precisa ser bem objetivo.

URLs amigáveis: este é um fator direto de bom rankeamento, pois o Google identifica o uso das palavras-chave no endereço da sua página. Além disso, a URL precisa ser amigável para que o usuário queira clicar e acessar seu conteúdo. Seguem dicas para uma boa construção da sua URL:

  • Inclua a palavra-chave do conteúdo;
  • Quanto menos elementos além da palavra-chave tiver, melhor;
  • Crie uma URL curta e de fácil interpretação;
  • Evite usar o número de listas;
  • Nunca atualize a sua URL depois do conteúdo ser indexado.
  • Tenha no máximo um subdomínio;
  • Coloque hífens para separar as palavras (nunca utilize espaços).

Heading Tags: os títulos em forma de headings são fundamentais para identificar e priorizar os conteúdos existentes na sua página. Você pode utilizar até seis headings, apresentando os níveis de conteúdo que o Google identificará como hierarquia de informações. Dicas para utilizar as heading tags:

  • Utilizar títulos em H1, H2 e H3 no conteúdo;
  • Colocar a palavra-chave sempre no H1 e se possível, em um H2;
  • Usar apenas um título em H1 por página;
  • A utilização a partir do título H4 é apenas para estética.

Utilização da palavra-chave: o uso das palavras-chave no seu conteúdo é essencial para que a sua página tenha um bom rankeamento. Para isso, o Google analisa alguns pontos como a semântica, a qualidade do conteúdo e a intenção do leitor com a busca.

Por isso, é importante ficar atento a forma como as palavras-chave são utilizadas dentro do conteúdo. É importante usá-las em um titulo H1 e, se possível, ao menos um H2. Também é importante que a palavra apareça no primeiro parágrafo do texto, para que o Google logo perceba o tema do seu conteúdo.

Não existe uma quantidade exata de vezes que você deve utilizar a palavra-chave dentro do conteúdo. Fique atento para evitar a utilização dos termos de maneira forçada. Sua utilização deve ser natural, e sempre que possível, utilize variações da palavra-chave.

Tempo de permanência na página: uma forma do Google perceber a qualidade de um conteúdo é pelo tempo que o usuário fica na pagina, o que chamamos de tempo de permanência na página. Quanto mais tempo o leitor permanece na página, mais eficiente o Google interpreta o conteúdo para aquele publico. Dicas para aumentar o tempo de permanência na sua página:

  • Produza um conteúdo de boa qualidade;
  • Faça uma boa introdução que convença o leitor a permanecer até o final do texto;
  • Utilize frases de conexão;
  • Use intertítulos com os benefícios do conteúdo.

Otimização de imagens: como já citamos, o robô do Google não consegue ler as imagens igual ao usuário. Para otimizar as visualizações das imagens, é preciso contar com elementos textuais para expliquem do que se trata aquela imagem. Por isso, fique atento a alguns pontos:

  • Nome do arquivo: salve sempre com palavras de fácil identificação, separada por hifens. Evite utilizar espaços e nomes que sejam uma sequencia numérica;
  • Tamanho da imagem: utilize imagens leves, pois imagens muito pesadas comprometem o carregamento da página, um fator que é importante para o Google;
  • Texto alternativo: este é o principal fator para uma imagem. Ele é importante para apresentar do que se trata aquela imagem. O indicado é que você faça uma descrição da imagem utilizando a palavra-chave.

Linkagem interna: incluir links internos no seu conteúdo influencia muito no rankeamento. Estes links são essenciais para analisar a experiência do usuário com o seu conteúdo e também as outras páginas para qual ele esta sendo redirecionado. Além disso, utilizando links internos você mostra ao Google a relevância que aquelas páginas possuem no seu site/blog.

Design: o Google costuma priorizar sites que ofereçam uma boa navegabilidade ao usuário. Ou seja, o design aplicado na sua página pode ajudar a definir o posicionamento dela. Lembre-se de criar páginas que também sejam otimizadas em aparelhos mobiles, pois elas costumam ter melhores posições no buscador.

Tempo de carregamento: o Google considera o tempo que a sua página leva para carregar no momento de fazer o rankeamento. Páginas que demoram a carregar costumam ter um tempo de permanência do usuário muito pequeno, e podem ser fechadas antes de carregarem totalmente, fazendo com que ela perca posições.

Meta Description: embora não influencie diretamente no rankeamento, esse texto possui a função de explicar para o usuário qual é o conteúdo abordado, com isso atraí-lo para a leitura. Confira algumas particularidades recomendadas para seu texto de meta description:

  • Utilizar a palavra-chave;
  • Apresentar o conteúdo de forma reduzida;
  • Induzir o usuário a ler o conteúdo;
  • Deve conter aproximadamente 150 caracteres;
  • Não utilize um pedaço da introdução da página como texto;
  • Não engane os leitores.

Botões de compartilhamento: também não influencia diretamente no rankeamento, mas esses botões são importantes para uma boa experiência do usuário. Por isso, inclua botões de compartilhamento visíveis e bem localizados para facilitar a vida do seu leitor.

Off Page

Esses são os fatores externos ao seu site, mas que influenciam no rankeamento. O Google valoriza muito esses quesitos, que são usados para demonstrar a autoridade do seu conteúdo e os benefícios percebidos pelos usuários.

Isso pode ser percebido através dos backlinks que seu conteúdo recebe. Estamos nos referindo aos links de outros sites que são voltados para o seu conteúdo. Para o Google, quanto maior a quantidade de links em sites externos, maior a relevância da pagina e maior a sua autoridade no assunto, melhorando seu rankeamento nos mecanismos de busca.

Confira mais detalhadamente os fatores que influenciam no seu bom rankeamento off page:

Link Building: esta é a parte mais importante, pois garantirá a autoridade da sua página e do seu domínio, se destacando como referência para o Google. Este item funciona como indicações, e quanto mais indicações você receber, maior será a sua relevância.

Autoridade: além do Link Building, existem outros itens que influenciam na autoridade do seu domínio. Os domínios mais antigos possuem mais autoridade que domínios recentes, assim como a quantidade de conteúdos postados também influencia na autoridade.

Localidade: este item influencia diretamente no SEO da sua pagina, pois o Google costuma apresentar resultados conforme a sua localidade. Ou seja, ele identifica a sua posição geográfica e apresenta os resultados mais acessíveis para você.

Social: o engajamento e menções nas redes sociais também influenciam no seu bom rankeamento, pois o Google analisa como o seu publico esta engajado com o seu conteúdo. Por isso, aproveite os botões de compartilhamento para facilitar a experiência do usuário e assim posicionar melhor seu conteúdo.

Considerações finais

Neste artigo você pode conferir os principais pontos que o Google analisa para posicionar bem sua página nas buscas dos usuários. Por isso, aproveite nossas dicas para melhorar suas estratégias de SEO e assim conseguir bons resultados nas buscas orgânicas.

CTA para conhercer o Venda ERP

Artigos Relacionados