CAC e LTV: como essas siglas impactam a sua empresa?

CAC e LTV: como essas siglas impactam a sua empresa?

Você já ouviu falar sobre esses termos? Não? Calma que eu te explico! Apesar de parecer ser um conteúdo assustador, é de extrema importância que o assunto seja dominado. Quer entender como isso funciona na prática? Continue acompanhando este post. 

CAC significa Custo de Aquisição de Clientes e LTV Lifetime Value (Valor vitalício). Esses indicadores fornecem uma visão geral do desempenho do negócio. 

O CAC, como o próprio nome sugere, é o quanto sua empresa investe para conquistar novos clientes. Vamos supor que sejam dedicados R$5.000 mil por mês para conquistar novos compradores, caso nesse período tenha conseguido 10 novos clientes. O seu CAC, nesse caso, será de R$500,00 investidos por cliente.

É importante ressaltar que o valor de R$5.000 descrito acima é o custo total associado à aquisição dos clientes, que considera o investimento por lead (também conhecido como custo de marketing) e o custo de vendas. 

Portanto, se durante um ano a sua empresa investiu R$200 mil em marketing, R$300 mil nas equipes de vendas e conquistou 1.000 clientes, o seu CAC é de R$500 por cliente.

Nesse sentido, esse dado é bastante relevante, mas sozinho ele não dá um parâmetro que indique se este é um bom resultado ou não. Para ter essa referência, temos que inserir nessa análise uma outra métrica de vendas: o LTV.

O LTV, assim como o portfólio de uma organização possui produtos e serviços com características próprias, que atendem dores específicas, o comportamento de cada cliente também é único. Isso significa que o potencial de aumento do valor que ele traz para sua empresa pode variar conforme o perfil do comprador.  Logo, entender onde estão as maiores chances de ampliação de receita faz toda a diferença.

Por fim, a métrica de vendas conhecida como Lifetime Value (LTV), especialmente no modelo de receita recorrente, ajuda os gestores a quantificar isso.
Para obter o LTV é preciso multiplicar o valor médio das suas vendas pela repetição média das vendas anuais (número de mensalidades). O total deve ser multiplicado pela média de anos de relacionamento com seus clientes.

Por exemplo, se o ticket médio de venda de sua empresa é de R$1.000, cada cliente compra 12 vezes por ano (uma vez por mês) e os contratos duram, em média, 5 anos, o Lifetime Value é de R$60 mil.

Viu como há muito para conhecer em termos de métricas que irão avaliar os resultados do seu trabalho e investimentos? Se você deseja saber mais sobre medidores de desempenho e quiser alavancar sua empresa? Recomendamos que você conhece um Venda ERP. Nosso modelo de negócio está baseado na parceria com Escritórios de Contabilidade, Empresas de Consultoria de Negócios, Certificadoras e até mesmo Agências de Marketing. Nosso intuito é disponibilizar um sistema de gestão empresarial ERP pronto. Os parceiros customizam o ERP e podem revendê-lo a seus clientes.

Quer saber mais? Faça um teste grátis e nossa equipe entrará em contato com você!

Artigos Relacionados