Automação comercial: o que é e como funciona?

Automação comercial: o que é e como funciona?

Empresas estão sempre buscando a automação comercial para agilizar suas atividades. Independente do seu porte, o intuito é tornar o dia a dia organizacional mais prático e robusto.

Sabemos que as atividades gerenciais ou operacionais demandam muito tempo quando realizadas de forma manual. Além disso, geram uma enorme quantidade de dados, os quais precisam ser armazenados. Nesse sentido, há a procura por automações, a fim de buscar mais eficiência nos processos realizados.

Quer saber mais sobre o que é automação comercial e como ela funciona na prática? Então continue acompanhando este artigo!

O que é automação comercial

Antes de mais nada, é importante conceituar automação comercial. Podemos defini-la como a utilização de ferramentas e métodos tecnológicos para automatizar processos diários de uma organização. Em suma, seu objetivo principal é otimizar processos para alcançar maior eficiência.

Conforme foram ocorrendo avanços tecnológicos, houve também o avanço nos processos operacionais. Em vista disso, podemos afirmar que a utilização de software (sistemas) e hardware (equipamentos) estão cada vez mais presentes no dia a dia.

Exemplos de automação para gerir o negócio

  • Sistema de frente de caixa ágil (PDV);
  • Qualidade e rapidez na impressão dos comprovantes;
  • Leitor de código de barras;
  • Balança;
  • Software ERP.

Como funciona a automação comercial

Primeiramente, imaginamos que houve o registro de uma venda em um sistema ERP, onde foi utilizado um leitor de código de barras para reconhecer o produto na frente de caixa (PDV). Feito isso, automaticamente ocorreu a baixa do item no estoque, registrou o lançamento financeiro e ainda, gerou a nota fiscal de venda. Ainda, a impressão da nota fiscal ocorreu de forma automática ao finalizar a venda. Dessa forma, realizando apenas uma ação, ocorreram vários outros procedimentos que estão interligadas. Em outras palavras, esse procedimento é considerado uma automação comercial.

10 motivos pelo qual empresas devem utilizar automações comerciais

Definitivamente, há inúmeros motivos pelo qual uma empresa deve adquirir automação comercial. Abaixo, elencamos alguns deles:

1. Integração entre os setores

Como visto anteriormente, em muitas vezes a execução de um procedimento está vinculado a outros departamentos da empresa. A automatização dos processos faz com que todos os setores sejam beneficiados. Dessa forma, em um sistema ERP gerencial, ao registrar determinada informação, vincula a demais módulos, garantindo a integridade de informações.

2. Gestão e controle das atividades

Sem dúvidas a automação comercial auxilia na gestão e no controle das atividades. Por exemplo, a apuração de impostos dos produtos é importante que seja configurada para ser gerada automaticamente no momento da venda. Dessa forma, o software de automação comercial traz mais segurança ao fazer a apuração dos tributos e das informações que devem ser prestadas.

3. Evita erros e retrabalhos

Além de tudo que já vimos, a automação comercial conta também com a diminuição dos custos com trabalhos extras. Então é possível afirmar que ocorrem menos erros nas tarefas diárias. Normalmente os erros de trabalhos ocorrem por falta de planejamento, acompanhamento e controle ineficiente. Nesse sentido, é fundamental apostar ferramentas e recursos de automações no sentido de manter as atividades organizadas.

4. Redução de custos e do tempo

Assim como a automação comercial evita erros e retrabalhado, como consequência, reduz o custo operacional. Com a ajuda da automação, atividades e processos ineficientes podem ser detectados. Dessa forma, pode ser gerado uma nova estratégia para reparar esses processos. Como consequência, com o custo menor, o preço de produtos ou serviços da sua empresa também será menor. E o melhor de tudo é que terá maior quantidade de clientes.

5. Atendimento diferenciado

O atendimento com o cliente se torna mais ágil quando possui no estabelecimento um sistema PDV. Nesse momento ocorre o cadastro da venda, emissão de cupom fiscal e registros no financeiro da empresa. Além de ser um ponto positivo para a empresa, também é para o consumidor. Nesse sentido, o cliente não leva muito tempo para ser atendido e com isso, é se percebe o potencial da empresa.

6. Relacionamento com o cliente

Mais um dos benefícios da automação é que ela permite o acesso imediato do histórico do cliente. Nesse caso, é possível verificar últimas negociações, onde a empresa pode realizar incentivos para novas compras do cliente. Como por exemplo, um desconto especial, ou promoção de combos e ainda funções de cashback. Essas ações fazem com que o cliente se sinta valorizado e propenso a fazer negócios novamente.

7. Integração com ferramentas financeiras

Além de contar com a integração com credenciadoras de forma direta para vendas realizadas no cartão de crédito ou débito, ainda existe integrações com outras plataformas de pagamentos. Por exemplo, há meio de pagamentos automáticos pelo PagSeguro, PagHiper, Cielo, Pagar.me. Além disso, há possibilidade de gerar boletos com vínculo ao banco por remessa e retorno, bem como a importação do arquivo OFX para realizar a conciliação bancária. Tudo isso de forma automatizada.

8. Maiores locais de venda

Atualmente estamos vivenciando a era da tecnologia. Com isso, cada dia mais ocorrem vendas de forma online, tanto em sites próprios quanto em marketplaces e e-commerces. A integração com essas plataformas faz com que o número de vendas cresça, além de possuir vantagem competitiva em relação aos concorrentes. Dessa forma, é importante apostar nessas ferramentas.

9. Otimização de processos

De acordo com a Setting Consultoria, a otimização de processos é uma técnica usada para mapear as atividades executadas, para identificar possíveis erros, gargalos e quedas de desempenho. Portanto, é possível propor soluções de melhoria, corrigir e medir seus resultados. Sendo assim, seu objetivo é tornar os processos das empresas mais eficientes, diminuindo os obstáculos.

10. Relatórios em tempo real

Com os dados documentados e armazenados, em instantes é possível retirar um relatório para tomar uma decisão. Dessa forma, através de aplicativos, é possível registrar dados de onde estiver, facilitando a transmissão de informações e proporcionando maior assertividade no planejamento. Além disso, as soluções são intuitivas e de fácil compreensão, permitindo acesso a qualquer momento e em qualquer lugar.

Conclusão

Se sua empresa ainda não possui alguma das automações comerciais descritas neste artigo, esse é o momento de colocar em prática. Conte com ajuda de softwares e sistemas ERP para automatizar seu negócio.

Certamente, automatizar o negócio utilizando alguma ferramenta operacional pode fazer a empresa não só estar à frente da concorrência, mas sim, gerar mais lucro e reduzir custos e margem de erro. Além disso, sua empresa terá uma grande vantagem competitiva e agilidade no processo de várias atividades.

E aí? Gostou deste artigo? Então não deixe de acompanhar os demais aqui no Blog! Veja o artigo: Por que o pequeno negócio precisa de tecnologia?

Artigos Relacionados