Quer potencializar os seus lucros?

Seja parceiro Venda ERP

Análise SWOT: o que é e como fazer a matriz SWOT?

Análise SWOT: o que é e como fazer a matriz SWOT?

Quer entender tudo sobre a estratégia matriz SWOT, como utilizá-la e ver algumas dicas sobre a sua aplicação no planejamento? Então você está no lugar certo! Acompanhe o artigo e veja mais:

O que é a matriz SWOT?

A matriz SWOT, também conhecida como matriz FOFA, é uma ferramenta gerencial que examina o ambiente interno e externo de uma organização buscando encontrar oportunidades de melhoria e otimização do desempenho.

Por ser uma ferramenta simples e prática, a matriz SWOT pode ser usada em empresas de qualquer porte ou segmento de mercado, principalmente para você, nosso parceiro, que trabalha com a venda de um produto empresarial. O nome SWOT provém de quatro palavras que começam com as letras da sigla:

Strengths, que significa forças;
Weaknesses, que significa fraquezas;
Opportunities, que significa oportunidades;
Threats, que significa ameaças.

Forças

Elementos e características de seu ambiente interno que representam uma vantagem sobre a concorrência. Por exemplo: um hotel que tem uma excelente localização de frente para o mar e com facilidade de acesso pode considerar isso como força.

Da mesma forma, um hospital que tem um corpo médico extremamente qualificado, assim como uma marca de roupas prestigiada e desejada pelo público têm nessas características exemplos de forças.

Fraquezas

De forma análoga, as características e elementos de seu ambiente interno que desfavorecem sua empresa em relação à concorrência são suas fraquezas.

Imagine uma fábrica de alimentos enlatados que se localiza muito distante dos grandes centros e por isso tem custos de transporte elevados; ou uma empresa aérea que tem uma frota de aeronaves antiga e por esse motivo tem mais gastos de manutenção e problemas de atrasos em seus voos.

Perceba que nesses dois exemplos a empresa tem controle sobre essas fraquezas e pode tentar mudar isso de alguma forma, mesmo que seja algo muito caro, como nesses dois casos.

O ambiente interno engloba fatores sobre os quais a empresa não tem controle, como o clima, taxa de juros, mudanças de legislação, câmbio, desastres naturais, políticas ambientais, guerras, embargos econômicos, crises econômicas, eleições etc.

Oportunidades

Sempre que um fator externo cria um cenário favorável para a empresa, ele representa uma oportunidade. Imagine um hotel durante as Olimpíadas no Brasil e mesmo a companhia aérea do exemplo anterior neste período dos Jogos. Isso é uma excelente oportunidade!

Ameaças

Todos os elementos ou conjunturas que criam um ambiente desfavorável para a empresa (e sobre os quais a empresa não tem controle) são ameaças para o negócio.

No caso do hotel, uma temporada de fortes tempestades e clima ruim são ameaças, assim como o aumento do preço dos combustíveis e do dólar são ameaças para a companhia aérea.

Sabe como fazer uma matriz SWOT com essas definições? Você deve determinar como suas forças podem defender sua empresa das ameaças ou potencializar suas oportunidades. E, da mesma forma, que ações deve tomar para que suas fraquezas não potencializam ainda mais as ameaças ou prejudiquem suas oportunidades.

Como utilizar a matriz SWOT?

Como comentamos no início desse post, a matriz SWOT é um método muito simples e muito fácil de ser aplicado, tanto que pode ser usado em empresas de qualquer porte ou segmento, mas de qualquer modo é preciso saber como fazer para não se confundir. Vamos explicar aqui o passo a passo para que você não tenha nenhuma dificuldade:

  1. Defina suas forças.
  2. Determine suas fraquezas.
  3. Liste as oportunidades.
  4. Enumere as ameaças.
  5. Coloque os dados nos locais da planilha conforme a figura.
  6. Faça as correlações entre os fatores da matriz e determine:
  • Forças podem potencializar as oportunidades.
  • Forças podem combater as ameaças.
  • Fraquezas podem prejudicar quais oportunidades.
  • Fraquezas podem potencializar quais ameaças.

Você é seu exemplo, um parceiro Venda ERP:

Forças:

  • Otimização de tempo;
  • É possível ter acesso aos dados e informações em tempo real;
  • Facilita enormemente a tomada de decisões estratégicas e táticas.

Fraquezas:

  • Alguns dos recursos precisam de internet para seu devido funcionamento.

Oportunidades:

  • Integração de departamentos;
  • Personalização do software para diferentes nichos.

Ameaças:

  • Concorrência de mercado.
Dicas para utilizar a matriz SWOT no planejamento estratégico

1. Faça planos e tire-os do papel

Após a análise da matriz SWOT, você está pronto para elaborar planos estratégicos baseados no que você identificou. Foque em fortalecer a empresa diante da concorrência e em estabelecer condições para o crescimento contínuo de seu sucesso.

Mas fique atento! Para não ficar para trás, o timing significa muito. Então, não perca tempo e pense também em soluções rápidas para começar a mudar agora mesmo, como as quick wins, que são pequenas mudanças que geram resultado em pouco tempo. por causa de

2. Envolva toda a equipe

Como falamos, muitas vezes as forças e fraquezas podem ser identificadas dentro da própria equipe.

Em suma, converse abertamente com eles sobre os resultados da análise da matriz SWOT e envolva-os no planejamento estratégico. Todos os colaboradores devem ter foco e motivação para correr atrás dos objetivos da organização.

3. Não tenha medo de mudar

A Matriz SWOT pode identificar ameaças e fraquezas que digam respeito à própria identidade da empresa. Portanto, para fortalecer-se, é fundamental não ter medo de mudar. Com planejamento e diálogo, a equipe se dedicará a alterar o que for necessário e encontrar novas forças e oportunidades nesse novo momento da empresa.

Contudo, ter tirado todas as suas dúvidas sobre o uso da matriz SWOT e sua relação com o planejamento estratégico. Não deixa de conferir os outros artigos que preparamos para você!

Não deixe de ler!

Entendendo o Google Analytics para tomadas de decisões.

Como calcular ROI, ROAS e outros indicadores de sucesso.

Sobre Nós

O VendaERP nasceu em 2014, somos a primeira empresa de tecnologia brasileira a criar softwares SaaS no modelo White Label.

Nosso foco principal são softwares empresariais na nuvem, criamos uma oportunidade onde você pode comercializar seus próprios sistemas, utilizando a marca e as cores da sua empresa.

Você não precisa ter conhecimento em tecnologia e programação.

Conheça os nossos serviços se cadastrando no link https://www.vendaerp.com.br/CadastroParceiro

Acesse também a nossa apresentação em PDF https://www.vendaerp.com.br/apresentacao.pdf

José Moura

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *