5 Estratégias de Marketing para venda de software

5 Estratégias de Marketing para venda de software

Criar estratégias para a venda de software exige empenho e claro, uma boa dose de conhecimento.

Certamente, você já deve ter ouvido alguém dizer que o mercado está cada vez mais competitivo, sobretudo no que diz respeito à tecnologia. Quando se pensa em venda de software a concorrência é cada vez mais munida de informações. Com isso, grandes empresas destacam-se ao unir tecnologia e conhecimento para criar suas estratégias e abordagens matadoras, especialmente quando essa venda é B2B.

Para ajudar você a marcar presença nesse mar de gigantes, criamos este artigo. Nele, compartilhamos 5 poderosas estratégias de Marketing B2B. Fique atento e confira!

O que é Marketing B2B?

Antes de mais nada, cabe esclarecer que a expressão B2B significa “business to business”. Ou seja, negócio para negócio ou de empresa para empresa. Esse termo é muito comum para classificar o marketing voltado para vendas às empresas e não a um consumidor final.

Nesse sentido, o Marketing B2B tem uma abordagem bastante diferenciada. Tendo em vista que a a tomada de decisão tende a ocorrer de forma muito mais racional. Ademais, a decisão de compra por parte de uma empresa considera uma série de fatores. Muitos deles embasados por dados e experiências, diferente de uma decisão por impulso.

Apesar disso, independente de ser uma compra feita por uma pessoa jurídica, quem negociará com você é uma pessoa real. Portanto é necessário levar em conta fatores humanos como gentileza e empatia. Além, é claro, de gerar confiança.

Quer saber mais sobre como persuadir e convencer os tomadores de decisões das empresas? Ponha em prática esses 5 passos:

  1. Planejamento

Certamente, você estabelece metas, conhece sua persona e seu produto. Sendo assim, sabe que planejamento é um conceito de ouro no marketing.

Lembre-se que se você não tem uma organização coerente de suas ações, campanhas, metas, métricas e análise de resultados, o impacto do seu negócio será nulo. Portanto, antes mesmo de sair por aí anunciando sua empresa, seu software ou serviços, crie um planejamento.

Se você tem uma equipe, delegue funções, divida tarefas, organize rotinas e tenha sempre objetivos bem claros. Sejam eles para uma campanha sazonal ou para os próximos 5 anos. Isso irá contribuir muito para alavancar os seus resultados e sua lucratividade.

  1. Visão ampla

Você conhece o seu mercado? Sabe quais empresas precisam de um software como o seu?

Essas perguntas são fundamentais para desenvolver ações cada vez mais assertivas. Realize uma pesquisa de mercado. Conforme comentamos em outros artigos, entender o “mundo” do seu público-alvo é imprescindível. Esteja atento às dores e demandas das empresas, para que a sua abordagem, assim como a sua ferramenta, esteja alinhada às expectativas. Esta etapa permite que você tenha ampla visão do seu nicho e de quais caminhos seguir em suas estratégias.

  1. Inbound Marketing

Investir em Inbound Marketing é uma tendência crescente, já fortalecida em diversos países. Diferente do marketing tradicional, que invade o seu espaço e muitas vezes não resulta em venda. O Inbound Marketing se vale das suas noções de mercado e das necessidades de seus clientes potenciais, para dar maior fluidez às etapas da jornada de compra do seu software.

Uma das características matadoras desta estratégia é a produção de conteúdo, como vídeos, presença em redes sociais e artigos de blog (como este). Mas claro que não estamos falando de qualquer conteúdo. Os textos, vídeos, infográficos ou qualquer outra forma de comunicação produzida devem ser de qualidade. Levando informações pertinentes e agregando valor ao público das diferentes etapas do funil de vendas. Essa estratégia visa transformar desconhecidos em interessados, interessados em leads e leads em clientes.

  1. Smarketing

Fruto da fusão entre as palavras inglesas sales (vendas) + marketing. O conceito de Smarketing está em uma atuação conjunta das áreas comercial e de marketing, em busca de resultados ainda mais contundentes. Um fator preponderante para o sucesso dessa estratégia é a comunicação de qualidade entre os setores.

Por exemplo, se você trabalha com vendas por telefone, tem contato com diversos clientes potenciais. Assim, conhece suas demandas e objeções mais comuns. Se a sua equipe de marketing também estiver ciente dessas questões, poderá trabalhar em cima de campanhas com discurso persuasivo para combater justamente essas objeções e fortalecer os benefícios do seu produto em atender aquelas necessidades específicas.

  1. Pós-venda Fidelizador

Leve em consideração que a venda de software não é como a venda de um produto qualquer. Você deve ter em mente que a venda não é um ato isolado. É de suma importância treinar, acompanhar, dar algum tipo de suporte a seus clientes. Seja presencial, por e-mail ou telefone, o importante é que seja um canal prático e eficaz. Isso, sem dúvida, contribui, e muito, para a fidelização de seus clientes.

Por fim, observando essas dicas, a sua jornada de venda poderá render muito mais e impactar um público ainda maior.

Gostou desse conteúdo? Se quiser saber mais sobre estratégias de venda, recomendamos a leitura do artigo: 4 Passos para ter sucesso na venda de Software.

Artigos Relacionados